Atalho do Facebook

FICAMOS ALEGRES COM SUA VISITA

ESPERAMOS, QUE COM A GRAÇA SANTIFICANTE DO ESPIRITO SANTO, E COM O DERRAMAR DE SEU AMOR, POSSAMOS ATRAVÉS DESTE HUMILDE CANAL SER VEÍCULO DA PALAVRA E DO AMOR DE DEUS, NÃO IMPORTA SE ES GREGO, ROMANO OU JUDEU A NOSSA PEDRA FUNDAMENTAL CHAMA-SE CRISTO JESUS E TODOS SOMOS TIJOLOS PARA EDIFICACÃO DESTA IGREJA QUE FAZ O SEU EXODO PARA O CÉU. PAZ E BEM

AGRADECIMENTO

AGRADECEMOS AOS NOSSOS IRMÃOS E LEITORES, POR MAIS ESTE OBJETIVO ATINGIDO, É A PALAVRA DE CRISTO SEMEADA EM MILHARES DE CORAÇÕES. PAZ E BEM

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Deus nunca te esquece.......


Então Deus lembrou-se de Noé e de todos os animais selvagens e rebanhos domésticos que estavam com ele na arca, e enviou um vento sobre a terra, e as águas começaram a baixar. (Gênesis 8.1) Ficar preso dentro daquela estrutura flutuante por tanto tempo não era fácil e dificilmente seria descrito como diversão. Noé e sua família viram o aguaceiro torrencial e ficaram sendo lançados para frente e para trás com a elevação das águas. Noé sentiu que Deus os havia esquecido. Moisés frisa isso quando escreve que finalmente Deus se lembrou de Noé e de sua família. Por meio da fé, Noé e sua família conseguiram vencer os sentimentos de abandono. Mas eles precisaram lutar contra sua natureza humana. Devido ao fato de Noé nunca ter passado por experiências tão sérias no passado, ele ficou imaginando se Deus mostraria compaixão e se lembraria dele e de sua família. Ao fim, eles conquistaram o que tanto ansiavam. Mas a vitória veio com uma luta tremenda. Da mesma maneira, as pessoas jovens que querem viver uma vida pura e virtuosa devem fazer um esforço insistente para controlar seus desejos pecaminosos. A nossa natureza humana é fraca. Ela não consegue tolerar a ideia de que Deus pode ter se esquecido de nós ou nos abandonado. Queremos até nos gabar e tomar a honra para nós mesmos quando Deus se lembra de nós, quando ele olha para nós com bondade e nos dá vitórias. Seria, então, de se admirar, o fato de ficarmos desesperado quando sentimos que Deus nos abandonou e que tudo está dando errado? Não se esqueça de que essa história nos fornece um modelo de fé, paciência e perseverança. Ela nos ensina que devemos crer e confiar em Deus. Ela também nos deixa cônscios de como necessitamos de paciência. Porém, a paciência se tornaria algo desnecessário se não tivéssemos que passar por lutas e dúvidas pessoais. Até mesmo Cristo nos chama a perseverar em situações difíceis quando diz no Novo Testamento: “Mas aquele que perseverar até o fim será salvo” (Mt 24.13). Paz e bem

Qual será a tua herança.....


Qual a primeira coisa que lhe vem à mente quando você escuta a palavra "herança"? Herança é algo que se recebe por direito, por lei ou por caracteristicas naturais". Existem vários tipos de herança. Entre eles, citam-se: 1. herança financeira: herdada de parentes ou amigos que morrem, é o tipo de herança que se ganha através da desgraça dos outros. 2. herança genética: pode ser definida como o que se transmite por hereditariedade, ou, simplesmente, bagagem genética. São as caracteristicas fisicas que recebemos dos nossos parentes: tipo de sangue, cor da pele e, infelizmente, problemas de saúde. Talvez essas duas sejam as mais conhecidas. No entanto, existem duas outras que são totalmente diferentes destas. Estas duas primeiras podem acabar, pois, como diz a Palavra, o ladrão vem e rouba, a ferrugem corrói e a traça destrói. E, com relação à herança genética, nós morremos fisicamente. As outras duas heranças, depende muito da escolha de cada um se ficará com elas ou não. Vejamos: 3. herança do pecado (Rm 3.23). Começou com Adão e Eva, que são os legítimos representantes dela. Ela não escolhe posição social (herança financeira) nem cor (herança genética) e nivelou todo mundo em um só patamar: "todos pecaram...". No entanto existe cura para todas essas outras aqui referidas que é a nossa terceira e última herança., 4. herança da graça (Jo 1.12). Quem a consquistou nunca teve dinheiro, mas era extremamente rico. Veio, sim, através de uma linhagem, a de Davi, mas acima desta ele tinha uma linhagem celestial. Se todos pecaram, todos também foram alcançados(Jo 3.16). – Apaga os erros cometidos por causa da primeria herança (Rm 8.1). – Não pode ser roubada, como a herança financeira, pois Paulo diz em Romanos 8.35 que ninguém pode nos separar do amor de Cristo. Seja deste mundo ou do porvir. – Nos dá o direito de participar de uma raça eleita: a dos de primeiro mundo? Não. A dos nobres de sangue azul? Não. A dos lavados pelo sangue carmesim de Jesus Cristo. – Recebemos riquezas; não a da herança financeira, mas aquela que está bem guardada em tesouros, onde o ladrão não rouba. – Receberemos um novo corpo, não com as caracteristicas do nossos pais humanos, mas sim de um corpo glorificado. – Teremos um novo nome, não registrado em cartório humano, mas sim no livro da vida. Quando alguém morre escreve um livro testamento, e nele coloca os nomes de quem ele deseja que sejam repartidas a sua herança. Quero lhe dizer que alguém morreu e deixou uma herança indizevel e inefavel, este alguém se chama Jesus Crsto, o justo. Se você me perguntar o que é necessário para receber todos estes galardões, eu lhe responderia com atos 16.1, como tão bem falou Paulo e Silas para aquele carcereiro: "Crê no Senhor Jesus Cristo e será salva tu e a a tua casa". Paz e bem

Certezas e o evangelho do amor...


O que fazer quando a alma de muitos grita por algo novo e outros preferem a velho, o retrógrado, o ultrapassado, o que já não transforma? Quando uma adoração torna-se uma obrigação para o cristão, quando uma religião toma uma posição superior ao próprio Cristo, quando um culto torna-se antropocêntrico e não cristocêntrico, acho que Deus observa do seu trono e se indigna com tanta hipocrisia, com tanto farisaísmo, com tanta falta de conhecimento sobre Ele: — Estou cansado de seus cultos, voces levantam as suas mãos cheias de mentira, cheias de idéias e filosofias sobre o que Eu sou, mas Eu sou o que Eu sou, não o que acham que Eu sou, retorcem a minha palavra, a utilizam para justificar suas teorias e doutrina de homens. Será que não me respeitam como Deus, como criador de vocês, como Pai de vocês, filhos ingratos! Morri por todos, quero salvar todos, mas vocês estão limitando o meu poder por seus legalismos exarcerbados. Deixam Mamom tomar conta de Meus cultos, gastam o seu tempo com coisas vãs, fúteis ao meu reino. Eu mesmo disse que cuidaria de vocês, mas não crêem. É tempo de voltar ao primeiro amor, ao evangelho verdadeiro, o evangelho do amor, da comunhão, do partir do pão e do culto racional. Paz e bem

Porque não cremos como deveria......


Leio alguns salmos de lamento ou súplica e fico com a impressão de que muitas vezes nossa ‘alma’, isto é, nossas emoções, não respeita nossa fé. Nos salmos 42 e 43 há um refrão que diz, “Por que estás abatida, ó minha alma, por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, minha salvação e meu Deus” (42.5,11; 43.5). Retrata alguém tentando convencer a sua alma (a si mesmo) a confiar em Deus. É interessante o contraste entre as descrições de Deus e de si mesmo. Deus é minha salvação, meu Deus (42.5,11), Deus vivo (42.2) concede a sua bondade (42.8), é o meu cântico (42.8), minha rocha (42.9), minha fortaleza (43.2), minha grande alegria (43.4). Por outro lado, o salmista diz, derramo a minha alma (42.4), minhas lágrimas têm sido meu alimento (42.3), minha alma tem sede de Deus (42.2). Ele pergunta, quando irei e verei a face de Deus? (42.2), por que te esqueceste de mim? (42.9), por que ando lamentando por causa da opressão do inimigo? (42.9; 43.2), por que me rejeitaste? (43.2). Como alguém que crê em Deus como rocha, salvação e grande alegria pode lamentar dizendo por que me rejeitas? Por que ando lamentando? Por que te esqueceste de mim? As figuras que o salmista usa para descrever Deus denotam solidez, confiança, proteção. Deus é rocha, fortaleza, meu auxílio, minha salvação. Mas as perguntas e a descrição de sua própria situação denotam fragilidade, necessidade, perturbação, fraqueza. A alma tem sede, está longe de Deus, o salmista foi esquecido e rejeitado por Deus e está sob opressão. Vejo nesses salmos e em outros salmos de lamento aquilo que chamo de a alma não respeitar nossa fé. Pela fé afirmamos e queremos confiar que Deus é rocha, é fortaleza, é minha grande alegria. Queremos esperar nele que é nosso auxílio e nosso Deus. Porém os conflitos, aflições e sofrimento nos abalam e perturbam a ponto de nós estranharmos nossas emoções. É como se intensos sentimentos, emoções e pensamentos estivessem sabotando nossa confiança em Deus. O salmista estranha a sua alma e tenta convencer a si mesmo a esperar em Deus a quem ele ainda haveria de louvar. Esse salmo tem uma boa notícia e uma má notícia. A má notícia é que parece que as circunstâncias não mudaram. Pelo menos não há nenhuma indicação nesses salmos (42, 43) de que a situação do salmista tenha mudado, isto é, que a opressão do inimigo tenha cessado. Pelo contrário, ele suplica que Deus defenda a sua causa diante da nação ímpia (43.1), que envie a sua luz e verdade par ao guiar (43.3), e se compromete a no futuro ir louvar a Deus em seu altar (43.4). A boa notícia é que embora as circunstâncias não tenham mudado, a sua confiança está sendo restabelecida. Enquanto suas lágrimas tomavam conta dele noite e dia (42.3), as lágrimas são substituídas pela bondade durante o dia e pelo canto à noite (42.8). A oração não levou a uma mudança imediata das circunstâncias, mas revigorou sua confiança. O lamento, o luto, a queixa diante de Deus têm essa capacidade – transformar nosso choro em sorriso ainda que as circunstâncias não tenham mudado. Paz e bem