Atalho do Facebook

FICAMOS ALEGRES COM SUA VISITA

ESPERAMOS, QUE COM A GRAÇA SANTIFICANTE DO ESPIRITO SANTO, E COM O DERRAMAR DE SEU AMOR, POSSAMOS ATRAVÉS DESTE HUMILDE CANAL SER VEÍCULO DA PALAVRA E DO AMOR DE DEUS, NÃO IMPORTA SE ES GREGO, ROMANO OU JUDEU A NOSSA PEDRA FUNDAMENTAL CHAMA-SE CRISTO JESUS E TODOS SOMOS TIJOLOS PARA EDIFICACÃO DESTA IGREJA QUE FAZ O SEU EXODO PARA O CÉU. PAZ E BEM

AGRADECIMENTO

AGRADECEMOS AOS NOSSOS IRMÃOS E LEITORES, POR MAIS ESTE OBJETIVO ATINGIDO, É A PALAVRA DE CRISTO SEMEADA EM MILHARES DE CORAÇÕES. PAZ E BEM

sábado, 6 de fevereiro de 2010

O CAMINHO DA QUIETUDE

A Bíblia diz de si mesma: "Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração." (Hebreus 4:12). Sabemos que a sabedoria e a graça divinas são multiformes (Jó 11.6, Efésios 3.10 e I Pedro 4.10). No propósito de Deus a Palavra Divina também possui um caráter multiforme. Os mistérios da sabedoria e da graça divinas são descortinados na Palavra de Deus.




É maravilhoso saber que a Palavra é múltipla. Assim, quando lemos o Salmo 23.1, não podemos limitar o alcance da revelação bíblica. A Bíblia não diz apenas que "O Senhor é o meu pastor". Nesta porção temos a Palavra expressa: "O Senhor é o meu pastor". Mas, existe a Palavra implícita. Se o Senhor é o meu pastor, isto significa que eu sou ovelha dEle. Esta é a Palavra implícita: "Eu sou ovelha do Senhor".



Quando olhamos a narrativa bíblica da história do profeta Jonas, normalmente nos atemos ao chamado do profeta, à sua rebeldia inicial e à sua restauração. Isto é a Palavra expressa. Mas, nesta porção das Escrituras existem inúmeras expressões da Palavra implícita.



Procure lembrar-se da história deste profeta. No livro do profeta Jonas há um versículo muito interessante:



“Entretanto, os homens remavam, esforçando-se por alcançar a terra, mas não podiam, porquanto o mar se ia tornando cada vez mais tempestuoso contra eles.” (Jonas 1:13).



Mergulhemos na Palavra implícita. Algumas pessoas estavam enfrentado dificuldades no mar e, por mais que se esforçassem, não obtiveram qualquer alívio. Agora pense no seguinte: Quem sabe você tem remado com muito esforço, mas não tem tido sucesso para chegar num lugar seguro e o mar da vida está se tornando cada vez mais violento diante dos seus olhos. Note que, neste estágio, aquela Palavra expressa passou a ter um novo conteúdo implícito em sua vida. Alguns eruditos chamam isto de Rhema.



Quando nos deparamos com a Palavra implícita, já alcançamos algo notável em nosso contato com a Palavra de Deus. No entanto, não podemos ficar num constante estado de contemplação, como que admirando o grande passo que damos em nosso encontro com a Palavra Implícita. Até este ponto você está dominando uma importante porção da Palavra de Deus. O Senhor, no entanto, tem algo superior para nós, pois não é suficiente saber algo da Palavra, mas é imprescindível dar uma utilidade prática com aquilo que sabemos.



Então, olhando para a Palavra implícita posta diante dos seus olhos, você precisa orar a Deus e identificar qual é o “Jonas” que você precisa lançar fora. Note o que a Bíblia diz:



“E levantaram a Jonas e o lançaram ao mar; e cessou o mar da sua fúria.” (Jonas 1:15).



Quando você identificar o que precisa ser lançado fora e, de fato, lançar ao mar estas coisas, a Palavra de Deus assegura que uma nova experiência virá sobre você, “a quietude do mar”.



Neste passo, você não apenas domina a Palavra, mas é dominado por ela. A Palavra implícita quer nos conduzir, não apenas à capacidade de dominar a Palavra de Deus, mas à virtude de sermos dominados por Ela. Desta forma, alcançaremos uma surpreende quietude em nosso espírito.



Nele, a serviço da Sua igreja.

EM BUSCA DO QUE É PERFEITO

Em busca do que é perfeito




"Estas são as características da vida cristã, que somos exortados a viver: buscar a Deus pela fé, esperar por Cristo com esperança, e encorajar uns aos outros em amor. Trata-se do conhecido trio que une a fé, a esperança e o amor" (John Stott).



"Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três: porém o maior destes é o amor" (I Coríntios 13. 13).



A conclusão de Stott está bem colocada, e é o nosso "ideal" em termos bíblicos: fé, esperança e o amor, conforme conclui a Palavra de Deus, na primeira carta aos coríntios 13. 1 a 13, isso depois de falar em dons espirituais, fator preponderante para a participação na obra de Deus.



O capítulo anterior (12), após descrever e esclarecer sobre os dons espirituais, termina dizendo: "entretanto, procurai, com zelo, os melhores dons" (31), e na Bíblia que usamos, no dia-a-dia, apontamos com uma seta desse versículo 31 para o último versículo do capítulo 13, acima descrito, indicando para:



"entretanto, procurai, com zelo, os melhores dons (...) agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três: porém o maior deste é o amor".



Com a seta tencionamos mostrar que a procura, com zelo, pelos melhores dons para servir a Deus, deve culminar, sem sombra de dúvida, em fé, esperança e amor.



O nosso frágil entendimento é que há "dons" [do Espírito Santo], há diversidade de "serviços" [do Senhor Jesus], e há diversidade de "realizações" [de Deus], conforme respectivamente versículos 12, 13, e 14 do capítulo 12, o que nos é concedido [distribuído], a cada um, individualmente, conforme lhe apraz, ao Espírito Santo (v.11), para um fim proveitoso (v. 7).



O fim proveitoso, entendemos, é realizar a vontade de Deus "de que nenhum se perca", e cada um de nós tem a sua função, dada por Deus [através do Seu Santo Espírito], para que o evangelho seja pregado, conhecido, vivido por todos, a partir de nós.



E é feita uma comparação com o corpo humano, em que cada membro, cada órgão, tem a sua função específica, no sentido de que o "todo" funcione harmonicamente.



Agora, pode ficar a dúvida: isso é passado, é presente ou é futuro?



Foi o passado [quando foi ensinado], que tornou possível o presente [que deveríamos estar vivendo], e levará ao futuro [que almejamos], que é estarmos face a face com Deus.



Vamos voltar a dar uma olhada no capítulo 13, no qual começou todo o desenvolvimento do raciocínio, no sentido de entender o contexto, até porque "palavra fora do contexto é pretexto".



O versículo 10 assim se expressa: "Quando, porém, vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado".



- O quê que é perfeito, e que virá?



- No nosso parco entendimento, o "que virá", "o que é perfeito", o que todos os cristãos aguardam, é o Senhor Jesus, na sua segunda vinda, quando deixaremos de "ver como em espelho, obscuramente, para passar a ver face a face; porque agora conhecemos em parte, e, então conheceremos como também somos conhecidos" (v. 12).



É um assunto que grande parte de nós, os cristãos, nele não nos detemos, tendo em vista não só, dizermos que é "meio complexo", mas, também, porque ainda há o que ser revelado (parágrafo anterior), pois atualmente está obscuro.



Quando o Senhor voltar, dons de línguas, de profecia, ciência, distribuição dos bens pessoais, entrega da própria vida para ser queimada, se verdadeiramente aplicados por nós, nada representariam, nada significariam sem o AMOR.



Então, esses dons, não serão mais necessários [serão aniquilados], pois o Rei Jesus estará presente, restando para viver, com Ele, e diante d’Ele: "esperança", "fé" e, principalmente, "Amor" [Amor de Deus, Amor Ágape, que é perfeito, puro e bom], por isso a referência a "o maior destes".



Assim, finalizando: esperança, fé e amor estiveram presentes no passado (Hebreus 11), sem o que não teriam chegado aos dias atuais [embora imperfeitos], são necessários hoje, sem o que ninguém os terá no futuro, pois excluídos serão da presença de Jesus na sua volta (Mateus 25. 31-46), em que Ele separará as ovelhas dos cabritos.



Assim, prezado leitor, se você já é cristão [seguidor de Jesus], com esperança, fé e amor, compartilhe com os que ainda não se decidiram [e que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - Mateus 6. 2 - isto é, não nos vangloriemos disso], pois deixar de compartilhar com quem não conhece Jesus é falta de amor ao próximo, e como poderemos "dizer que amamos a Deus, a quem não vemos, se não amamos ao próximo a quem vemos"? (I João 4. 20)



E você, prezado leitor que ainda não entregou a sua vida nas mãos de Jesus, reflita nas inúmeras devocionais publicadas neste espaço, leia a Bíblia, procure orientação com os cristãos, passe a participar de uma igreja cristã, e receba Jesus como seu único e suficiente Salvador e Senhor, para poder passar a fazer parte da Família de Deus (João 1. 12).

FUNK É CULTURA BRASILEIRA ?

Não sei se posso chamar isso de cultura...




Primeiro o que é cultura nesse país?



Para saber o que é cultura precisaremos de conhecimento!



Mas a falta de cultura é tão grande que já não sabemos mais o que é cultura!!



Pude "enxergá-la" da janela da minha casa nesses dias festivos no final do ano de 2009. Vi pai, mãe e filha (essa não tinha mais que 8 ou 9 anos de idade) cantando e se requebrando de uma maneira sensual uma musica que dizia: Eu sou vagabunda! Vou ficar na esquina rodando bolsinha!... Bla-bla–bla... Não vou escrever o resto pois aqui não tem o “piiiiii” de conteúdo impróprio !! rsrs



O que leva os pais a cantarem uma música desse nível? Uma confraternização errônea e enganosa cujo os frutos serão observados num futuro próximo e frutos maus se Deus não tiver misericórdia.



Isso é cultura?



Letras que expressam uma linguagem "podre" sem nenhum conteúdo. Nossas crianças são expostas a essas “aberrações culturais”. O inimigo de nossas almas tenta manchar a pureza de nossos bebês!! Mas ai (de dor mesmo) daquele que tocar em um desses pequeninos , diz o Senhor!!



Lembro-me quando um dia fui á casa de uma amiga , estávamos a conversar quando o sobrinho dela entrou na sala cantando assim: Sabão cra-cra, sabão cra-cra..., depois começou outra pior, e foi piorando assustadoramente... ( a tia achou o máximo!!). Tentei dar uns conselhos e fui tirado como um crente careta! Naquele instante lembrei do que Deus havia alertado (Mas aí daquele que tocar em um desses pequeninos) e pensei: Não quero ver o fim desses caras pois estão tocando em algo cujo o cuidado de Deus é promessa falada e escrita!!!



Portanto fica aqui o meu protesto...Precisamos de cultura nesse país!!



Crianças, jovens e adultos tem que estudar!! Vamos remir o tempo!! Esse tipo de cultura só serve para os desocupados da vida cujo o coração “vazio” é uma oficina do diabo.



Vamos voltar a ler a Bíblia, ler poesias!! Vamos ler crônicas!! Vamos ouvir músicas e assistir programas com conteúdo!! Só assim poderemos ter ciência para escolher o que para nós será digno de ser chamado “cultura brasileira” e teremos as nossas bases culturais reformadas!



Deus nos ilume!!



Em Cristo o Ressucitado!!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

CONFIAR NO SENHOR

"Então apregoei ali um jejum junto ao rio Aava, para nos humilharmos diante da face de nosso Deus, para lhe pedirmos caminho seguro para nós, para nossos filhos e para todos os nossos bens. Porque tive vergonha de pedir ao rei, exército e cavaleiros para nos defenderem do inimigo pelo caminho; porquanto tínhamos falado ao rei, dizendo: A mão do nosso Deus é sobre todos os que o buscam, para o bem deles; mas o seu poder e a sua ira contra todos os que o deixam." (Esdras 8.21,22).




No texto em apreço vemos uma situação em que, para Esdras, seria mais conveniente pedir ajuda ao Rei, visto que esse de pronto lhe atenderia. Mas ele foi confrontado com suas próprias convicções, uma vez que havia dito ao Rei que a mão do Senhor lhes era favorável. Esdras sentiu-se envergonhado em pedir ajuda ao Rei; ele foi "forçado" a confiar em seu Deus.



Como seria gratificante se todas as nossas ações fossem respaldadas por nossas palavras e pela vida que vivemos. Há momentos em nossa vida que somos, sutilmente, levados a agir de forma a contrariar nossas convicções e contradizer nossas próprias palavras; a menos que, coloquemos em prática "as coisas que já temos ouvido" ou afirmado (Hb 2.1).



Como no caso de Esdras, essas adversidades nos constrangem a confiar no Senhor. E graças a Deus por isso, pois quando colocado em Deus a confiança a nossa fé é edificada e jamais somos decepcionados.



Quando vezes colocamos a nossa confiança no homem e esperamos dele receber algo, não obstante termos, em toda nossa vida, feito menção do nome do Senhor. Não poucas vezes, somos contados entre os que confiam em carros e cavalos, escudos e lanças.



Mas certo é que, se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. Portanto não relutes! É melhor confiar no Senhor.

Mães, esposas, pessoas, cidadãs e prostitutas

Vivemos hoje em uma sociedade de aparências. Para correspondermos as expectativas de terceiros (família, amigos, igreja, companheiro(a), mercado, etc..) Contracenamos quase que a todo instante. Alguém um dia já disse: "o mundo é um grande teatro, e nós os seus atores".




Em meio às encenações eu perdi a naturalidade. Quantas vezes tenho dificuldade de ser eu mesmo, sem precisar observar quem está ao meu redor. Em minhas relações de amizade, dependendo de cada cenário, ora sou o Lucas brincalhão, ora sou visto como alguém sério e introspectivo, e por aí vai.



Creio que faço, ou fazemos isso porque não nos damos conta de nosso real valor. Não digo valor que é agregado a nós pelo que fazemos de bom, pelo espaço e posição social que ocupamos, ou ainda pelo que aparentemente mostramos ser, mas falo do valor de ser eu mesmo, com meus conjuntos de esquisitices, que independe de performance.



Hoje, pesquisando sobre o perfil das profissionais do sexo da região central da cidade do Rio, tenho conhecido mulheres surpreendentes.



Como grande parte da sociedade eu reproduzia o entendimento que prostituta é mulher de vida fácil, de baixa moralidade e dignas de repreensão. Mas conversando com algumas destas pessoas, tenho conhecido mães, esposas, trabalhadoras, religiosas. Mulheres que acordam cedo e pegam o trem lotado para trabalhar, pois estão deixando em casa filhos que dependem delas.



Sei que nessa minha fala corro o risco de você achar que estou justificando-as, ou ainda apoiando suas ações, mas o que estou aprendendo com elas é que, por trás da prostituta há uma pessoa, estou tentando enxerga-la além da prostituição, e assim sendo, estou vendo beleza em rostos enrugados na Central do Brasil. Olhando além do que elas fazem, vejo mulheres parecidas com as da minha família. Mulheres que sonham em se casar, mulheres que tem medo da violência, mulheres que discutem política, e acima de tudo, mulheres que se solidarizam com seu próximo.



Não sabemos ainda o que acontecerá através do material que estamos produzindo com a pesquisa, nossa missão e propósito é conhecer o universo dessas mulheres, mais eu já as agradeço, pois elas estão me ensinando, e acrescentando no "meu" cristianismo.



Tenho aprendido com elas que Deus me ama independente do que faço. Independente do sucesso que eu possa ter, ou ainda na cagada que minha vida possa ser, nada disso acrescentará ou diminuirá o Amor Dele por mim.



Obrigado Maria, Patrícia, Fernanda, mulheres...





Por: Lucas Gomes Dos Santos

Rio De Janeiro - RJ






LEVANDO DEUS A SÉRIO

Há um mandamento bíblico, contido no Livro de Provérbios, voltado exclusivamente para a classe pastoral, mas que parece ser muito pouco observado: "Procura conhecer o estado das tuas ovelhas; põe o teu coração sobre os teus rebanhos" (Pro 27:23).




Neste sentido, Jesus foi o exemplo maior, a quem todo pastor deve imitar, e certamente ainda há aqueles que honram o Nome de Jesus com uma vida ilibada e realmente comprometida com o Reino de Deus.



Diz a tradição que Jesus teria exercido a atividade de carpinteiro, seguindo o exemplo de José, seu pai. Isto certamente aconteceu até antes de completar os 30 anos, quando iniciou o seu ministério e passou a ser sustentado pelos seus seguidores, como afirma a Palavra:



"E aconteceu, depois disto, que andava de cidade em cidade, e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus; e os doze iam com ele. E algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios; E Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que o serviam com seus bens" (Lucas 8:1-3)



O pastorado de Jesus deve servir de modelo para todos aqueles que desejam exercer fielmente esse ministério tão sublime, mas não menos árduo. Muitas são as Igrejas que atualmente sustentam dignamente os seus pastores, e tristemente vemos muitos deles sendo negligentes com as ovelhas que Deus lhes confiou pastorear.



Há ovelhas doentes física e espiritualmente, impossibilitadas de irem à Igreja, e que nem sequer recebem a ceia em casa, pois não são visitadas pelo Pastor e/ou Oficiais da Igreja.



Do grupo dos pastores negligentes, há quem realmente tenha sido “chamado” por Deus, mas que ande “preocupado” demais com os seus próprios interesses, e que precisam sair de cima do muro, urgente, para o seu próprio bem e o das ovelhas. E há aqueles que jamais foram “chamados” por Deus, e que abraçaram o pastorado como meio de vida/profissão. A estes últimos, aconselho a que mudem de “atividade” imediatamente, pois, como diz um ditado popular, “com Deus não se brinca”.



É oportuno ainda ressaltar que os pastores que não foram "chamados" por Deus (e que fazem do ministério pastoral uma profissão como qualquer outra), estão apenas de olho nos “bens” (materiais) das ovelhas, pois não andam preocupados com o “bem-estar” destas, conforme se depreende da seguinte passagem bíblica: "Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas" ... "Ora, o mercenário foge, porque é mercenário, e não tem cuidado das ovelhas" (João 10:12,13)



As palavras de advertência contidas nas Escrituras Sagradas (especialmente presentes nos livros dos Profetas Isaias, Jeremias e Ezequiel), e dirigidas aos maus pastores, são de fazer tremer:



Isa 56:11: "E estes cães são gulosos, não se podem fartar; e eles são pastores que nada compreendem; todos eles se tornam para o seu caminho, cada um para a sua ganância, cada um por sua parte"



Jer 12:10: "Muitos pastores destruíram a minha vinha, pisaram o meu campo; tornaram em desolado deserto o meu campo desejado"



Jer 23:1: "Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do meu pasto, diz o Senhor"



Jer 23:2: "Portanto assim diz o Senhor Deus de Israel, contra os pastores que apascentam o meu povo: Vós dispersastes as minhas ovelhas, e as afugentastes, e não as visitastes; eis que visitarei sobre vós a maldade das vossas ações, diz o Senhor"



Jer 25:34: "Uivai, pastores, e clamai, e revolvei-vos na cinza, principais do rebanho, porque já se cumpriram os vossos dias para serdes mortos, e dispersos, e vós então caireis como um vaso precioso"



Jer 50:6: "Ovelhas perdidas têm sido o meu povo, os seus pastores as fizeram errar, para os montes as desviaram; de monte para outeiro andaram, esqueceram-se do lugar do seu repouso"



Eze 34:2: "Filho do homem, profetiza contra os pastores de Israel; profetiza, e dize aos pastores: Assim diz o Senhor Deus: Ai dos pastores de Israel que se apascentam a si mesmos! Não devem os pastores apascentar as ovelhas?"



Todavia, nem tudo está perdido, pois sei que Deus é fiel para cumprir as suas promessas para com o seu povo:



Eze 34:10: "Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu estou contra os pastores; das suas mãos demandarei as minhas ovelhas, e eles deixarão de apascentar as ovelhas; os pastores não se apascentarão mais a si mesmos; e livrarei as minhas ovelhas da sua boca, e não lhes servirão mais de pasto"



Jer 3:15: "E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência"



Jer 33:12: "Assim diz o Senhor dos Exércitos: Ainda neste lugar, que está deserto, sem homem nem animal, e em todas as suas cidades, haverá uma morada de pastores, que façam repousar aos seus rebanhos"



Meditemos nisto

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

O DIABO VAI A TERAPIA

Em um bela manhã, daquelas onde podemos ainda ver o amanhecer do dia observando as ultimas gotas de orvalho caírem das folhas e ouvir os primeiros cânticos dos pássaros, minha secretaria com a voz assustada me ligou para ir ao consultório o mais rápido possível, pois lá se encontrava um paciente em surto psicótico, eu fiquei surpreendido pois é de costume meus pacientes marcarem horário, mas em se tratando de um diagnostico tão serio não pensei duas vezes e fui.




Chegando na entrada do consultório avistei uma das cenas mais surpreendentes que meus olhos já poderiam ver, o inferno em peso estava ao redor do imóvel em prantos, até o momento em que cheguei, cada um deles que por sinal eram meus piores pesadelos, (desde o bicho papão até a mula sem cabeça) pareciam ter se aliviado pela minha presença, mas ao entrar dentro do consultório a coisa piorou, em primeira instância fui revistado por dois demônios, estavam procurando algo como uma bíblia, sal grosso, sabonete ungido ou o mais eficaz “óleo da unção”, percebendo que não tinha nada disso, um deles mim orientou : - Sem Pai nosso ou avemaria, o chefe ta na sua sala. Minha secretaria descabelada e defumada pelo odor, fez o sinal da cruz e apontou os dois dedos sobre a cabeça sinalizando que o chifrudo me aguardava, até esse momento tudo estava em silêncio, mas quando abri a porta da minha sala a coisa ficou preta ou endiabrada!



No divã estava nada mais, nada menos que mister lúcifer, ou tradicionalmente falando o próprio capetão, aos berros escandalosos, para nenhuma mulher histérica botar defeito, nervoso peguei minhas anotações e a caneta, sentei-me perto dele, acho que a histeria foi tão grande, que nem notou minha presença lá, foi quando bati o sino três vezes, vossa malvadeza “nos soluços” olhou para mim todo angustiado e começou a desabafar:



- Que porra vei, eu quero morrer! Não agüento mais tanto sofrimento na minha vida, o mundo caiu em cima de mim, não tenho mais paz, eu fui traído, trapacearam comigo, estou sem identidade, ninguém mais me respeita, nem se quer tem medo de mim. Antes eu era o centro das atenções da humanidade, eu era temido, tinha meu reino todo organizado, tinha até mesmo um secretario (que por sinal era um gato) que auxiliava todos os dias meus trabalhos, agora o inferno virou de cabeça para baixo, tudo ta uma bagunça, por conta desses demônios incompetentes que trouxe comigo depois que “cansei de morar no céu” digamos assim, mas não vem ao caso, o que quero dizer que eu estou dentro de um colapso nervoso, estou com uma grande crise existencial!



- Eu amava o povo antigamente quando diziam que a culpa de tudo era minha, (a culpa do tal casamento, do mal negocio do carro, da igreja safada, das traições, das demissões, dos acidentes, das mortes), agora ninguém mais menciona meu nome, minhas malignidades, eu mim sinto tão usado e deixado de lado, pois o povo cansou de mim, estão se esquecendo quem eu sou e o que represento para eles, será que Deus é quem ta fazendo isso comigo, eu vou processá-lo se descobrir!



- Agora nas igrejas não tem mais cultos de libertação, há! como eu amava ser entrevistado ao vivo na TV, eu me sentia uma celebridade, e quando o pastor falava de mim, que eu era isso, que eu era aquilo todo o santo dia, isso fazia com que se enchesse meu ego, agora a coisa mudou, tudo agora é auto-ajuda, pensamento positivo, ser o centro do universo, conquistar a “merda” da tal escada do sucesso, se tornar um líder bem sucedido, se os planos dos homens não deram certo, eles vão a palestras de auto ajuda, a treinamentos para reconhecimento de falhas e alcance de metas, não tem mais oração, jejum, leitura bíblica, como eu divertia fazendo com que eles desanimassem no caminho, a culpa que antes era minha, agora é por que faltou a tal campanha da chave, a tal corrente, hoje a falha por alguma coisa não der certo é porque tem que descer a escada novamente para ver no que foi que ainda não tinha realizado, isso me deixa “puto vei”, e eu, cadê eu nisso! Eu estou é claro fazendo o possível para que as pessoas me notem, mas depois dessa globalização, dessa cultura espiritualista positivista, tudo dá errado para mim, eu não agüento mais! - Doutor fale alguma coisa, eu estou desesperado, eu estou a beira de um suicídio.



Acabando minhas anotações cheguei a uma conclusão, a única opção que parecia coerente para mister lúcifer era orienta-lo a seguir outras metas em sua vida, como estava tremendamente deprimido, orientei para que em primeiro plano fizesse uma viajem de 30 dias para descansar e aproveitar as riquezas do mundo, afinal ele é o rei deste mundo, em segundo lugar que procurasse meditar mais em seus ganhos, falhas e possibilidades para um novo empreendimento a longo prazo, afinal todos estamos em crise, e esse momento é oportuno para novos desafios, em ultimo orientei para que voltasse a igreja e conversasse primeiro com o pastor dela, quem sabe assim voltaria a mídia e ao mundo das celebridades.

UMA HUMANIDADE CAIDA

A humanidade sempre será paradoxal. Em todos os momentos da história humana houve atos impensados que prejudicaram a todo um grupo de pessoas, ou, o pior, à própria pessoa que cometeu tal ato. Não conseguimos medir o tamanho de nossos feitos catastróficos. Realmente o ser humano é um paradoxo sem fim, por mais que queira fazer o bem, só consegue, na maioria das vezes, fazer o mal. Quem não já tentou sempre fazer o bem? Quem não já tentou sempre agradar o próximo? Muitas vezes, não? Mas, quantas vezes, consumados foram o inverso? Mesmo no âmbito do pensamento. Será que foi a menor parte dos nossos pensamentos o desejo de morte para alguém? Ou mesmo,o desejo de nunca mais ver qualquer pessoa, que é a mesma coisa de ver sua morte? A vida humana é uma contradição sempre. Queremos algo agora, mas daqui a uma hora podemos querer outra coisa completamente diferente. Principalmente quando nosso corpo quer o que nosso espírito não quer. A contenda entre eles é tão grande que nos prejudica. Mortificar a carne é essencial à quase tudo, exceto contra a sensualidade. Com isso é muito difícil haver mortificação carnal.




Os justificados não veem a hora quando os nossos corpos se transformarão de corruptíveis para incorruptíveis. Não haverá mais paradoxos rondando nosso ser, nem qualquer remorso ou arrependimento. Dor, traição, inveja, ódio e demais aspectos caídos não estarão inerentes ao ser humano. Agrada-me tanto saber disso! mas, porque deslumbro a maravilha desse estado que os justificados estarão eternamente. Faremos sempre o que quisermos fazer, pois agora ainda somos que meio escravos da carne, não em deliberação, mas nos seus resquícios que são muito presentes.



Jesus veio como homem para, justamente, resgatar a coerência na humanidade. Através de sua vinda temos a certeza da regeneração. Por re-generação, entendemos que no começo da criação a humanidade estava em conformidade com Deus. No entanto, desejamos voltar ao ponto inicial, onde havia uma plena comunhão com o Pai. Esse dia virá.

BENDIGA A DEUS


Se você acordou hoje com saúde...


...bendiga a Deus,

porque a princípio você não está entre o milhão

que não sobreviverá no decorrer da semana.



Se você nunca conheceu os horrores da guerra,

a solidão do cárcere, as dores da fome...

...bendiga a Deus, você está muito à frente

de 500 milhões de pessoas em todo o mundo.



Se você pode ir à igreja, ao templo,

e seguir o seu credo particular,

sem sofrer nenhuma perseguição...

...bendiga a Deus, você é mais feliz

do que milhões de pessoas neste planeta.



Se você tem comida na geladeira,

veste roupa limpa, tem um teto acolhedor

e um lugar seguro para dormir...

...você é mais rico que 75%

dos demais seus semelhantes.



Se você tem dinheiro no banco, na carteira,

ou até umas poucas moedas num cofrinho em sua casa...

...você faz parte dos 10% da população

próspera no mundo inteiro.



Se os seus pais ainda estão vivos e casados...

...o seu caso é pouco comum.

Se você leva um sorriso no rosto

e está agradecido por tudo...

...você é um agraciado, porque muitas outras pessoas

que poderiam fazer a mesma coisa, não a fazem.



Se você pode pegar na mão de alguém,

abraçar ou tocar o seu ombro, somente...

...você é uma pessoa iluminada,

porque pode oferecer o toque divino da cura.



Se você pode ler esta mensagem,

está sendo abençoado duas vezes...

...já que, primeiro, alguém se lembrou de você;

e segundo, porque você teve mais sorte que

2 bilhões de pessoas que não sabem ler.



Conte quantas bênçãos você já recebeu,

e transmita esta mensagem aos demais,

para que se dêem conta das bênçãos que já têm.