FICAMOS ALEGRES COM SUA VISITA

ESPERAMOS, QUE COM A GRAÇA SANTIFICANTE DO ESPIRITO SANTO, E COM O DERRAMAR DE SEU AMOR, POSSAMOS ATRAVÉS DESTE HUMILDE CANAL SER VEÍCULO DA PALAVRA E DO AMOR DE DEUS, NÃO IMPORTA SE ES GREGO, ROMANO OU JUDEU A NOSSA PEDRA FUNDAMENTAL CHAMA-SE CRISTO JESUS E TODOS SOMOS TIJOLOS PARA EDIFICACÃO DESTA IGREJA QUE FAZ O SEU EXODO PARA O CÉU. PAZ E BEM

AGRADECIMENTO

AGRADECEMOS AOS NOSSOS IRMÃOS E LEITORES, POR MAIS ESTE OBJETIVO ATINGIDO, É A PALAVRA DE CRISTO SEMEADA EM MILHARES DE CORAÇÕES. PAZ E BEM

quinta-feira, 14 de maio de 2009

DEUS EU PRECISO DE UM MILAGRE


Nem sempre o fim de linha é a linha de chegada. Às vezes são obstáculos que tentam paralisar uma caminhada. Pode ser uma queda, como o envolvimento de Davi, o marido de Mical, com Batseba, a esposa de Urias (II Sm 12: 24); ou pode ser o mar, o grande mar Vermelho, que se apresentou no caminho durante a peregrinação israelita em direção à terra prometida (Êx 14).

O povo de Israel não podia voltar porque avistaram atrás o exército de Faraó, mas também não podia seguir em frente porque não havia mais caminho. O que fazer agora? Esse é o momento da total dependência de Deus, quando todos os nossos recursos acabam, quando chegamos no limite de nossas forças e possibilidades. Milagre é isso: uma intervenção divina onde só Deus pode fazer alguma coisa. Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo e faz do Onipotente o seu protetor, pode dizer ao Senhor: Tu és o meu Deus, em quem confio (Sl 91, NTLH). O povo que confia em Deus pode dizer: Quando estamos fracos, aí é que estamos fortes. Isso é místério, porque mistério na religião cristã quer dizer verdade inacessível à razão. E a nossa crença é essa: que só Deus faz milagre, porque milagre é coisa que só Deus pode fazer.

A atitude dos israelitas é a única arma eficaz em situações como estas: "Os filhos de Israel clamaram ao Senhor" (Êx 14: 10). Somente Ele poderia impedir a destruição e o fracasso do seu povo. Como disse Judas, servo de Jesus Cristo: Deus pode impedir que vocês caiam! (Jd 1: 24, NTLH). Foi sábia a atitude de Maria durante um casamento em Caná da Galiléia. O vinho terminou, a festa também terminaria. A sua oração, direcionada a Cristo, era a única oração possível: "Jesus, o vinho acabou!" (Jo 2: 3). Na verdade, uma confissão. Precisamos aprender a ser assim - corajosos, sinceros e diretos, sem rodeios, como foi Maria. Em nosso caso, outras orações devem ser igualmente claras e objetivas: "Jesus, o limite chegou!", "Senhor, eu preciso de um milagre!"

No caso israelita, Deus deu ordens ao povo pra marchar. Ele manda seguir em frente, quando aparentemente não há motivos para seguir em frente. Mas na verdade há: a certeza de que o Senhor está à nossa frente. Como ele disse a Josué: "Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não pasmes, nem te espantes: porque o Senhor, teu Deus, é contigo, por onde quer que andares" (Js 1: 9). E quando o povo fez isso, o mar saiu da frente, abrindo o caminho para a vitória de Israel e derrota dos seus inimigos.

Nas bodas de Caná, Jesus até questionou sua mãe por não ser o momento para dar início ao ministério de milagres e maravilhas. Só que ela não tinha dúvidas: por compaixão, para impedir que a alegria daquele momento festivo terminasse prematuramente, Jesus iria fazer alguma coisa. Ficou registrado, então, o único mandamento de Maria aos discípulos de Jesus: "Façam tudo o que ele disser" (Jo 2: 5). Apesar da sua hora não ter chegado, Jesus adiantou-se para fazer o milagre. Outra oração é válida: "Jesus, apressa-te em me livrar. Eu preciso de um milagre, por favor, por amor, apressa-te!".
Postar um comentário